Data: 6 de fevereiro de 2008



Acredito que a vida é contingente e tem um elemento irredutível de acaso, nada há de pré-determinado, feita por nossas decisões, que são restringidas por nosso meio e herança genética. Por mais restritos que estejamos, sempre temos escolhas a fazer e criar novos caminhos para trilhar que, junto com uma dose de acaso e as circunstâncias externas, determinam nossa situação, problemas e questões que enfrentamos. Somos responsáveis por nossos atos, não há sentido em culpar Deus, ou algo equivalente, ou esperar que Ele nos guie ou nos proteja.



Voltar