Data:  26 de agosto de 1999
Assunto: Preconceito Cômico


 

Ontem, fui a um shopping center com minha mãe e uma irmã para comprar roupas para ir ao casamento de uma prima, entramos numa loja para comprar uma camisa, um vendedor precisou tomar a medida do meu colarinho, me olhou de um jeito temeroso e, me ignorando, perguntou a minha mãe se eu deixava fazer isso em vez de se dirigir a mim, o que me deu vontade de dizer "eu não mordo, não" ou de começar a latir para fazer jus à atitude dele – de qualquer forma, comecei a rir da situação e do coitado imaginando como ele reagiria. Às vezes, o preconceito é cômico!


 

Voltar